segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Penitenciaristas: Accácio Nogueira


        ACCÁCIO NOGUEIRA
          Diretor Geral da PE por 11 anos,  de Outubro de 1932 a Abril 1943

Accácio Nogueira, considerado um dos maiores penitenciaristas brasileiros, nasceu na cidade de Santos - São Paulo, em 11 de julho de 1887. Um ano após seu nascimento, sua família transferiu-se para Capital, onde passou a residir. Em 1905, completou seus estudos básicos no Ginásio do Estado, matriculando-se, a seguir, na Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, tendo exercido diversos cargos de direção durante sua vida acadêmica. Bacharelou-se em 1908. De 1908 a 1917, exerceu a função de Delegado de Polícia em diversas regiões do Estado. Em 1918, como 4º Delegado Auxiliar, dirigiu a Delegacia de Costume, tendo sido, mais tarde, comissionado como Diretor da Penitenciária do Estado, função em que foi elogiado pelo Secretário da Justiça e Segurança Pública, Herculano de Freitas. Em 1920, trabalhou junto à Delegacia Regional de Campinas, para a normalização dos serviços da Cia. Mogiana, por ocasião da greve geral que ocorreu nessa Companhia. A pedido do próprio diretor, em junho de 1920, foi nomeado Diretor do Gabinete de Investigações e Capturas da nova Penitenciária do Estado. Nesse mesmo ano, agraciado pelo rei da Bélgica com o título de Cavalheiro da Ordem de Leopoldo. Em 4 de outubro de 1932, foi nomeado, interinamente, Diretor da nova Penintenciária, sendo efetivado em 16 de agosto de 1933. Durante sua gestão, a Penitenciária do Estado viveu seu auge. Afastou-se da Direção da P.E em abril de 1943. Representou a Polícia Civil de São Paulo na Conferência Penitenciária Brasileira na Capital, no ano de 1941, sendo membro da Comissão Revisora do Código Penitenciário. Em 1941, foi nomeado Chefe de Polícia, pouco tempo depois, Secretário da Segurança Pública. Faleceu em 26 de março de 1943.