quarta-feira, 31 de julho de 2019

quarta-feira, 17 de julho de 2019

Operação Mesquita no Museu Penitenciário Paulista!

Clique na imagem e veja a gravação

segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

VIDA DE AGENTE

Por Ernani Mangelo Izzo
A vida do Agente de Segurança Penitenciária começa quando se vê na função de exercer a segunda profissão mais perigosa do mundo, onde passará 12 horas do dia enfrentando
todo tipo de situação, típica do ambiente prisional, com um só objetivo: fazer cumprir a Lei de Execução Penal, parte do processo daqueles a serem reintegrados no convívio social.
O trabalho não se resume em abrir e fechar cadeados ou apertar botão de portões hoje automatizados, para cumprir seu objetivo, o Agente se divide entre o trabalho e a família, com mudanças bruscas na rotina e também no comportamento, diferente de antes da profissão.
Durante seu turno de trabalho, aprende a desempenhar outros papéis: psicossocial, mediador de conflito, jurídico, educador, conselheiro e até mesmo enfermeiro, papéis esses essenciais na vida dos encarcerados e de suma importância na manutenção da ordem, da segurança e da disciplina.

MUSEUS PELO MUNDO

O PORTÃO DA PRISÃO

MUSEU GEVANGENPOORT

Na cidade de Haia, na Holanda, encontramos um espaço histórico que olhando distraidamente parece ser simplesmente uma galeria, mas este prédio tem uma importante história para a cidade. É o Museu Gevangenpoort também conhecido com a porta de entrada para a corte. Este castelo está em frente ao parlamento Holandês. O prédio foi sede do poder político Holandês, haviam a sua volta dois fossos e para chegar no castelo era preciso atravessar uma ponte e cruzar um portão.